5.6.09

Morreu Humberto Daniel

Faleceu esta madrugada Humberto Daniel, ex-Presidente da Junta de Freguesa de S. Sebastião. Segundo o "Expresso", Humberto Daniel ter-se-á sentido mal após uma intervenção durante um debate no salão nobre da Câmara Municipal de Setúbal.

Conheci Humberto Daniel quando este ainda debutava na Juventude Socialista. Desde esses tempos, a actividade política colocou-nos quase sempre em concorrência de pontos-de-vista.
Mais tarde, a actividade associativa levou a que o encontrasse na junta de S. Sebastião. Não esqueço que, apesar das divergências políticas que sempre mantivemos, existiu sempre cordialidade recíproca. Não posso deixar de lamentar a sua morte prematura.
À sua família e aos seus camaradas do Partido Socialista, os meus pêsames.

3 comentários:

Anónimo disse...

Humberto Daniel foi um lutador pela causa socialista e um defensor acérrimo da cidade de Setúbal. Havia quem dele dissesse ser um populista, trocando-lhe propositadamente a sua enorme capacidade de fazer amigos e ouvintes... Como autarca da freguesia de S. Sebastião a presença de centenas de moradores, na hora da sua despedida, fala melhor do que muitas palavras. Como político, era um homem de consensos, sem deixar de lutar com fervôr por aquilo em que acreditava. Uma mágoa: o PS/Setúbal talvez não o tenha tratado, em vida, tão bem como merecia... A sua voz forte e incómoda vai certamente deixar muitas saudades. Com a sua perda, o ambiente político em Setúbal e no PS local fica mais pobre e mais cinzento.
Fernando Manuel Pereira

Anónimo disse...

Obrigado ao "O Sono do Monstro" pela referencia elogiosa e digna com que se refere ao meu irmão Humberto.
Obrigado Fernando Manuel pelo que dizes e que não só nós dois sabemos ser verdade, mas, também sabemos que ele nunca procurou posicionar-se "para a fotografia" e muito menos "pôr-se em bico de pés". A sua grandeza de alma e eloquencia politica eram superiores a isso tudo e mais verdadeiramente sentidas que qualquer resultado que dai adviesse.
Obrigado a todos que connosco estiveram nesta hora de dor e perda, e, a todos quantos por razões diversas ou particulares sentiram a dor de não estar presentes.
Francisco Daniel

Jorge disse...

Um adeus profundo a um amigo de muito longa data. Recordarei o teu nome para sempre.
JORGE PATRÃO
COVILHÃ