1.2.08

100 Anos de Gratidão!


"Meus filhos ficam pobríssimos; não tenho nada para lhes legar senão o meu nome e o respeito e compaixão pelos que sofrem. Peço que os eduquem nos princípios da liberdade, igualdade e fraternidade que eu comungo e por causa dos quais ficarão, porventura, em breve, órfãos." Foram estas as palavras da carta-testamento de Manuel Buíça, redigida quatro dias antes do regicídio. Eram firmes as convicções que levaram Buíça, e, o seu companheiro Alfredo Costa a atentar contra o maior simbolo do sistema opressor que regia Portugal.

Deixo-vos para leitura este post no pimenta negra (clica), e este artigo de opinião de Álvaro Arranja no Esquerda.net (clica), bem como o site da Associação Cívica República e Laicidade, que contem um excelente dossier sobre os acontecimentos de há 100 anos (clica).

1 comentário:

Anónimo disse...

Hello I just entered before I have to leave to the airport, it's been very nice to meet you, if you want here is the site I told you about where I type some stuff and make good money (I work from home): here it is